Uma carteira antiga e a Educomunicação



Quem cresceu na década de 1980 e estudou em uma escola pública tem grandes chances de ter sido alfabetizado em uma carteira dessas. Ela marcou toda uma geração, mas mais que isso, ela representa um modelo de mobília escolar que se consolidou dentro de um grande debate de expansão da educação pública, gratuita e universal.


O artigo "A transnacionalização de objetos escolares no fim do século XIX", da pesquisadora Wiara Alcântara, conta detalhes dessa história e como os debates sobre os modelos de mobílias a ser implantadas estavam permeados de uma discussão sobre um projeto de modernização da escola.


Hoje, quais são os objetos e projetos que representam a modernização da escola?


As práticas educomunicativas, integrando conteúdos tradicionais com práticas comunicativas, são práticas que simbolizam uma escola que se renova. Uma escola que dialoga com as novas formas de falar no mundo, que explora os produtos midiáticos, mas sendo críticos e não passivos.


Diferente dos nossos antepassados, já sabemos que não basta renovar a mobília para termos uma escola moderna.


A escola é um projeto de socialização das crianças e para cumprir esse projeto é preciso integrá-la com os discursos contemporâneos. A #educomunicação é um importante instrumento para cumprir tal tarefa!

21 visualizações

© 2020 Zan Comunicação - Todos os direitos reservados.